O que tem a maior aceleração em nosso planeta?

Desde os primórdios o ser humano apresenta fascínio pela velocidade, seja em corridas de carros, aviões supersônicos e até mesmo no trânsito do dia a dia! Com isso em mente, você já se perguntou o que tem a maior aceleração em nosso planeta?

TD Gadgets não recomenda que você corra no trânsito!

É o carro Ariel Atom!

Não. Mas vale a pena destacar esse carrinho! Pesando apenas 500kg e com 300 cavalos ele consegue ir de 0 a 96km/h (0 a 60 mph) em apenas 2,9 segundos! Isso resulta em algo em torno de 3Gs de aceleração e por isso foi apelidado de “o destruidor de faces” pelo programa britânico Top Gear.

Nem sua mãe irá reconhecê-lo depois desse passeio.

Seria um foguete espacial?

Faz sentido logo apelar para um foguete, afinal não se chega ao espaço sem muita aceleração! A tecnologia de foguetes evoluiu muito desde que lançaram o primeiro ser vivo ao espaço em 1957 (uma cadelinha chamada Laika!). Mas com acelerações de até 4G o foguete não é quem mais acelera em nosso planeta.

Então é um Avião Caça!

Manobras rápidas resultando em acelerações tremendas são marcas registradas dos aviões caça. Pilotos sofrem acelerações tão intensas que o sangue não consegue circular de forma normal. A princípio ocorre a perda de visão periféria, resultando na chamada visão de túnel, seguida de um estreitamento da visão como um todo e desmaio, conhecido como GLOC (G-induced Loss of Consciousness). Mas os sintomas que precedem o desmaio ocorrem apenas se o aumento da aceleração for lentamente gradativo, caso ocorra um aumento de 1G por segundo ou mais o piloto perde os sentidos sem aviso prévio.
Mas com qual aceleração ocorre a perda de consciencia? Por volta de 5G. Sendo assim, o caça não é nosso vencedor.

Espere um pouco, não vai me dizer que quem mais acelera é um…

Isso mesmo!

Não! Não é estrume, é o que está nele! O fungo Pilobolus, ou melhor, seus esporos possuem a maior aceleração do planeta! Eles conseguem ir de 0 a 32 km/h (0 a 20 mph) em 2 milhonésimos de segundo, aguentando até 20.000Gs!
Mas porque essa pressa toda? Para continuar sua linhagem os esporos tem que ser ingeridos por cavalos (acabando em suas fezes), mas os animais não comem perto do excremento. Para isso é necessário que eles sejam lançados para longe, até 2 metros de distância.
Não acredita? Assista o vídeo abaixo do fenômeno gravado com modernas câmeras ultra rápidas capazes de reduzir a velocidade do que está sendo gravado em até 10.000 vezes. Os esporos começam a voar no marco 1:56 e as imagens em câmera lenta começam em 2:34.
http://youtu.be/f3xXLxIbiXw&start=118

O esporo é o caroço preto na ponta da estrutura mostrada no vídeo. Embaixo dele existe uma bolsa que acumula fluidos, aumentando cada vez mais a pressão até um limite no qual toda a energia é liberada rapidamente, lançando o esporo a distâncias incríveis, ou 2 metros.

Aprendeu algo novo? Deixe seus comentários no espaço abaixo!

Publicado em novembro 2, 2011, em Ciência e marcado como , , . Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: